Disfunção Pancreática Exócrina – O seu Pastor Alemão pode ter um dia!

Se tem um Pastor Alemão a Disfunção Pancreática Exócrina é algo comum nesta raça. Embora aconteça noutras raças, por alguma razão é algo que acontece de forma mais consistente na raça Pastor Alemão.

E embora seja algo complicado e desagradável em vários sentidos, está longe de ser um sentença de morte para o seu animal. Claro que tudo depende se está atento ao comportamento diário do seu amigo e vê algo que não é normal.

Este problema é derivado a um problema no desenvolvimento  do pâncreas e pode-se manifestar com diarreia e má digestão. Regra geral os cães que sofrem disto apresenta diarreia constante seguido de um emagrecimento rápido. No entanto não se admire se ele demonstrar mais apetite e comer muito mais pois é normal, mas dado que o pâncreas não está a fazer o seu trabalho o resultado é o inverso, dado que não processa os açucares e das gorduras.

Normalmente a doença é confirmado através de um exame médico. Reverter este problema depende da extensão das lesões, dai ser importante estarem sempre atentos ao comportamento do animal. Dado que isto afecta o crescimento o tratamento é mais eficaz nos adultos do que em filhote.

Vê aqui o video de um Pastor alemão totalmente recuperado passado 10 meses 🙂

Partilhe https://youtu.be/MAA_Z3vFsN0PA – Love

Também poderá gostar...