Reanimação Cardíaca – algo que pode salvar o seu pastor alemão um dia!

Embora queiramos que os nossos melhores amigos estejam sempre bem a verdade é que mesmo eles podem ser alvo de acidentes. E caso isto aconteça, nada como estarmos preparados para lhes salvar a vida.

Esta manobra é muito conhecida e aplicada nos humanos e há inclusivé muita gente que tem o curso básico para ajudar alguém que precise. Mas na realidade isto também se aplica aos animais e é algo que também podemos aprender e aplicar caso seja necessário:

A chave para uma reanimação bem sucedida é usar sempre esta técnicas: Verificar se existe alguma obstrução nas vias respiratórias, fazer respiração boca a boca, efectuar massagem cardio:

  1. Coloque o seu cão de lado e puxe a cabeça para trás de forma a desimpedir as vias respiratórias
  2. Abra a boca e confirme que ele não tem nada na boca ou garganta que esteja a impedir a respiração. Se for esse o caso, retire com cuidado.cpr-figure6-191x200
  3. Coloque as suas mãos em volta do focinho do cão em forma de funil, de forma que apenas o nariz esteja desimpedido.  Se o cão for grande necessita de respirações longas, se for pequeno faça-as mais pequenas. Faça 20 respirações por minuto.
  4. Verifique a pulsação usando a ponta dos dedos por dentro da coxa, mesmo acima do joelho. Se não sentir pulsação continue a fazer as compressões e ventilação
  5. Faça as compressões cardíacas colocando ambas as mãos no peito do cão.
  6. Use a parte o fundo da sua mão perto do pulso para fazer pressão (cuidadosamente). 30 compressões seguido de 2 ventilações  e verifique se ele acordou.
  7. Continue a fazer a reanimação em ciclos de 2 minutos  e depois a confirmar se o cão acordou.

cpr-figure4 (1)

Também poderá gostar...